Desde 1978 informando sobre Produtos Industriais
  • Home
  • noticias
  • Yaskawa Motoman vendeu 500.000 unidades de robôs industriais no mundo

Yaskawa Motoman vendeu 500.000 unidades de robôs industriais no mundo

A Yaskawa Motoman, uma das maiores empresas de automação industrial do mundo, alcançou, em fevereiro deste ano, a marca de 500.000 robôs vendidos no mundo. A empresa vem atraindo uma ampla gama de clientes mundialmente desde 1977, quando entregou no Japão seu primeiro robô industrial totalmente elétrico, o Motoman-L10.

De acordo com a empresa, desde sua fundação em 1915, a Yaskawa tem feito motores girarem por 100 anos e aprimorado a tecnologia baseada em motores e suas aplicações. Em 1977, quando o Motoman L-10 foi apresentado pela primeira vez ao mercado, a empresa desenvolveu e comercializou o robô aproveitando sua robustez na fabricação de autopeças que exigem alta qualidade, como componentes do chassi e sistemas de exaustão, a fim de responder à automação e economia de mão de obra em processos de soldagens nas fábricas de automóveis.

A empresa tem comercializado uma série de produtos inovadores, equipados com a primeira tecnologia do mundo, tendo a vantagem não apenas na tecnologia de design de manipuladores, que são a base dos robôs, mas também no uso de componentes de fabricação própria como os servo motores, no qual a Yaskawa é líder da indústria, dos controladores de movimento com alta velocidade e precisão, e tecnologia para vários tipos de aplicação.

Em 1994, o controlador de robô YASNAC MRC alcançou a cooperação totalmente independente, entre múltiplos robôs, pela primeira vez na indústria. Em 2003, a empresa mudou de robôs de uso geral, que podem ser usados ??para uma variedade de aplicações, como soldagem ou manipulação, para “robôs otimizados para aplicações”, que são os primeiros na indústria de robôs a otimizar o uso e o funcionamento para cada aplicação, atendendo perfeitamente às necessidades do cliente.

Ainda, segundo a empresa, foi aberto um novo mercado de robôs com tecnologias avançadas da época, como um robô de 7 eixos que atinge o mesmo grau de liberdade de um braço humano, adicionando mais um grau de liberdade a um robô com seis graus de liberdade, que é suficiente para movimentos gerais. Como também um robô de braço duplo, que pode ser usado para simular o trabalho realizado por um humano com ambos os braços.

Nos últimos anos, em um cenário de declínio da população em idade ativa, agravamento da escassez de mão de obra, e prevenção da propagação de doenças infecciosas, além da indústria automobilística, a demanda vem crescendo no setor industrial em geral, para os três mercados de produtos (alimentos, farmacêuticos ou cosméticos) e o mercado 3C (computadores, eletrodomésticos e equipamentos de telecomunicações).

A fim de responder às necessidades de manufatura diversificadas, lançou o CoBot “Motoman-HC 10 DT”, um robô humano cooperativo em 2018, que pode trabalhar ao lado de operários de fábrica, e tem ampliado o leque de aplicações de robôs industriais.

robotics@yaskawa.eu.com – rita@informativamidia.com.br